Publicado por: rizuto | abril 15, 2008

Curiosidade linguística

Estava eu dia desses conversando com uma galera tomando uma cervejinha quando surgiu um fato curioso. Fiquei sabendo por um dos especialistas de bar, aquelas pessoas que de tudo sabem um pouco e de um pouco sabem um tudo quando estão tomando uma, que se a “mãe” bambu morrer o “filho” bambu também morre mesmo que ele esteja do outro lado do mundo. Fiquei cismado com isso, se for verdade, como isso é possível? mesma logística do bluetooth? se bem que isso é outra coisa que nunca entendi. 

Ma isso só foi pra introduzir outro pensamento, ontem no Carrefour, que pra mim é o maior laboratório pra analisar o comportamento humano, tive um insight que não sei como ninguém pensou nisso antes, uma coisa que se parassem pra analisar seriamente poderiam resolver um dos grandes problemas da humanidade que é a comunicação.

Percebi que os bebês e os gays tem a mesma linguagem não importam de que buraco do mundo eles venham. Claro que não me refiro a uma conversa entre bebês e gays, digo os bebês entre si e os gays entre si. Ontem eu comprovei isso, percebi que os bebês tem a mesma “fala”, os mesmos maneirísmos, os mesmos grunidos, podem ser chineses, árabes, europeus, não importa. Assim como os gays tem o mesmo jeitinho, a mesma quebrada, fala arrastada, fazem bico e dão muchocho, pode ser o gay superdescolado de Londres como a bichinha do interior do Vietnã que trabalha numa plantação de arroz. 

O que liga isso tudo? como isso é possível? será a mesma lógica do bambu? Taí uma sugestão pra os sociólogos do Brasil, um estudo de caso que pode revolucionar a comunicação mundial, de repente pode rolar até um prêmio Nobel. Garanto que é bem mais produtivo do que ficar fazendo greve nas Universidades ou reclamando do capitalismo.

 

Anúncios

Responses

  1. Nunca tinha pensado nisso antes… Realmente os bebés e os gays se entendem em qualquer canto do mundo, as peruas também são assim eu acho.
    Baccio

  2. Rafael Rizuto,

    Auahuahau…

    O viadinho na plantaçao de arros foi legal..
    Ehehe

    Uau!

  3. Haha! Muito bom!
    Isso me lembra uma professora de Técnicas de Comunicação falando daquele livro “O corpo fala”. A professora parecia um robô e era chata pra caramba, mas o livro até que salvou.
    E sobre as greves, nem me fale. Eu tenho ódio disso! Peguei 3, atrasei a formatura e perdi a vaga em um concurso público pq fui chamada antes de me formar. Me prometi que jamais faria greve na vida, a não ser que não tivesse mais dinheiro para ir trabalhar.

  4. Lindones,

    Por isso que você sempre se deu bem com aquela pessoa que nao pode ser nomeada né??? ha ha ha!!

    Olha encontrei com a bicha esses dias, tenho que te contar as novas, ui ui ui!!!

    ha ha ha, adorei o link, faz sentido!!

    bjs e saudades

  5. Mai Freeeesco!
    Quer dizer que teu hobby agora é ficar indo
    no Carrefour pra ficar vendo frango eh?
    eheheheheheheh!
    tu podia mudar a foto do cabeçalho do template né?
    colocar cada mês, uma foto diferente de Dubai.

    Grande abraçø!

  6. Aí fala o especialis ta em boiolices, né???
    Pelo menos está parecendo . . .cuidado lindão!!!

  7. Gays possuem o inconfundível “olhar cremoso”. 🙂

  8. Meu velho…
    Taí Dudu e Joselito para provarem o contrário…
    Derrubei tua teoria.

    I´ve got the Power

  9. Antropólogo vc, hein?! Ansioso para ler sua tese de mestrado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: